Verbos soar e suar – parônimos

Aproveitando a onda de calor que está nos deixando cozidos, vamos esclarecer a

diferença entre os verbos soar e suar. Muita gente reclama que soa muito; pode

até ser, mas não por causa do calor.

 Soar é referente a emitir, produzir som, ecoar.

 Suar significar transpirar, verter líquido pelos poros.

O verbo soar é conjugado habitualmente nas terceiras pessoas: soa, soam,

soava, soavam etc. Em linguagem figurada, porém, pode ser usado em todas

as pessoas. Segue a conjugação de todos os verbos que exprimem a produção

de um fato, como ecoar, borbulhar, faiscar, lampejar, ressoar etc. Mantém

sempre a raiz “so” para grafia e pronúncia.

Soam sinos na tarde. Soam clarins, campainhas, apitos”.

“Ainda soam (em nossos ouvidos) as suas palavras”.

Tem também o sentido de dar, bater (horas):

“O relógio soa as horas, soa seis horas”.

“As seis horas soaram”.

Suar é verbo regular e é conjugado da mesma forma que recuar, graduar,

continuar, atuar, cultuar etc.  Mantém a raiz “su” para grafia e pronúncia,

em qualquer variação de pessoa, modo  e tempo;  jamais use  “so” para o

verbo suar.

Agora podemos suar à vontade, sem medo de que soe estranho aos nossos

ouvidos!

https://cirandadasletras.wordpress.com/2012/05/26/ortografia-paronimos-homonimos/

 soar suar

Fontes:

Breviário da conjugação de verbos, Otelo Reis, 2011, 55ª edição

Dicionário de dificuldades da língua portuguesa, Domingos Paschoal Cegalla, 2009, 3ª edição

Dicionário Houaiss da língua portuguesa, 2009, 1ª edição

Dicionário prático de regência verbal, Celso Pedro Luft, 2011, 9ª edição

Anúncios