CRASE SEM SUSTOS

A palavra crase provém do grego krasis e significa “fusão”, “junção”,

“mistura”. Em Português, ocorre a crase com as vogais idênticas a + a = à.

E  o acento grave tem hoje por função única em  Português representar a

ocorrência da crase.  É uma situação quase igual a do trema que depois da

reforma ortográfica só aparece em palavras estrangeiras; praticamente

caiu no esquecimento.

Observe que a ocorrência da crase é uma expressão matemática.

                           a         +      a       =   à       

                        50%     +     50%    =   100%

Veja que, embora idênticas, as vogais pertencem a categorias

gramaticais deferentes. O primeiro a é sempre uma preposição;

aí já temos 50%. O segundo aos outros 50% –  pode ser:

O artigo feminino a ou as:

             Preposição          artigo

Fui            a                +           a           feira.

                50%           +          50% =

                     \                         /

Fui                             à                     feira.

                             100%

                             Preposição                             artigos

Retornamos               a                     +                       as        praias.

                               50%                  +                    50%  =

Retornamos                                      às                                    praias.

                                                      100%

 O a que inicia os pronomes demonstrativos aquele(s), 

               aquela(s), aquilo:

                  Preposição                  pronome

Fui                       a               +            aquele     restaurante

                          50%           +                50% =

Fui                                   àquele                    restaurante                                    

                                         100%

O a dos pronomes relativos a qual ou as quais:

                    Preposição                    pronome

A cidade            a                 +                 qual      nos referimos fica longe.

                          50%           +                   50% =

A cidade                               à                qual      nos referimos fica longe.               

                                          100%

O pronome demonstrativo a ou as:

                                               Preposição                  pronome

Esta caneta é semelhante          a                +                que            me deste.

                                                50%           +                50% =

Esta caneta é semelhante                           à                que           me deste.  

                                                              100%

 Dica:

O, a, os, as são pronomes demonstrativos quando equivalem a

aquele(s) aquela(s), antecedendo o pronome relativo que.

 

Ficou claro por que a ocorrência da crase é uma conta matemática,

uma adição? Você começa com uma parcela de 50% que sempre

é a preposição, ou seja, com a metade da expressão

identificada. Depois, é só identificar a categoria gramatical da

palavra que vem a seguir para resolver a conta.

Simples demais, não?

As categorias gramaticais têm tamanha importância que cada uma

delas receberá um post especial.

Mas, antes das peculiaridades das categorias gramaticais, você já resolve

outro problema muito importante:  os casos em que  a ocorrência de

crase é impossível. O motivo? A expressão  matemática

não se completa simplesmente porque não existe o outro a para fazer

a junção, a mistura.

São eles:

1. Antes de masculino:

Gostava de andar a cavalo.
Viajou a serviço.
Vendeu tudo a prazo.
Comprou um fogão a gás.

2. Antes de verbo:

Começou a redigir.
Estamos dispostos a colaborar.
A lei entra em vigor a partir de hoje.

3. A(singular) + palavra no plural:

Referia-se a cidades do interior.
Não me refiro a mulheres, e sim a crianças.
Presto favores a pessoas dignas.
O capital da empresa pertence a entidades governamentais.

4. Antes de artigo indefinido (=uma):

O infrator ficará sujeito a uma multa a ser definida.
Ofereceu o prêmio a uma funcionária dedicada.

5. Antes de nome feminino tomado em sentido genérico ou indeterminado:

O infrator ficará sujeito a multa.
Ela é candidata a rainha do carnaval.

6. Antes de pronome indefinido ou palavra por ele modificada:

Entregou o livro a alguém.
Isto é útil a qualquer pessoa.
Não irei a festa alguma.

7. Antes de pronome demonstrativo (=esta, essa, isto, isso):

Estamos atentos a essa tendência.
Ofereceu o prêmio a esta aluna.

8. Antes de pronome pessoal:

Dedicou a canção a mim.
Entregou a ela tudo que pediu.
Elas feriram a si mesmas.

9. Antes de pronomes de tratamento:

Dei a carta a Sua Excelência.
Ele disse a Vossa Senhoria que não viria.
Contei tudo a D. Francisca.

Exceções: Senhora, Senhorita, Doutora e Madame.
Transmiti o recado à Senhora Eva.
Entreguei o livro à Dra. Márcia.

10. Antes de quem e cujo(s), cuja(s):

Isto convém a quem trai.
É a autora a cuja peça me referi.

11. Entre palavras repetidas:

Ficaram cara a cara.
O líquido cai gota a gota.
Venceu de ponta a ponta.

12. Antes de terra antônimo de bordo:

Mandou o marinheiro a terra.
Depois de tantos dias no mar, chegamos a terra.

Observação: qualquer outra terra (inclusive o planeta Terra) admite crase.
Depois de tantos dias no mar, chegamos à terra procurada.
Vou à terra dos meus avós.
O astronauta voltou à Terra.

13. Antes de casa = lar, sua própria casa:

Vou a casa.
Ele ainda não retornou a casa desde aquele dia.

Observação: qualquer outra casa admite crase.
Vou à casa dos meus pais.
Ele ainda não retornou à casa dele.

Fontes:

Curso Prático de Gramática, de Ernani Terra

Blog do Professor Sérgio Nogueira

Anúncios